Seleção inglesa de joelho no chão em protesto antes do jogo contra o Irão

Seleção inglesa de joelho no chão em protesto antes do jogo contra o Irão

Os jogadores da seleção inglesa de futebol aproveitaram os instantes anteriores ao apito inicial da partida contra o Irão para fazer um protesto.

Esta segunda-feira realizou-se o jogo entre a Inglaterra e o Irão, uma partida a contar para a primeira jornada do grupo B da fase final do Campeonato Mundial de Futebol de 2022, a ser realizado no Qatar.

Várias seleções combinaram em usar uma braçadeira de apoio com um arco-íris e a inscrição “One Love” nos capitães de equipa, reivindicando os direitos da comunidade LGBT no Qatar, mas as federações de futebol de vários países viram-se forçadas a abandonar a ideia após a FIFA ameaçar que penalizaria com um amarelo tos jogadores que utilizem a braçadeira.

“Estamos muito frustrados com a decisão da FIFA. Informámos da nossa intenção em setembro, mas não obtivemos resposta. Os nossos jogadores e treinadores estão desiludidos. Eles continuam determinados em apoiar a inclusão e mostrar isso todos os dias”, pode ler-se no comunicado emitido em conjunto pelas seleções de Inglaterra, País de Gales, Bélgica, Dinamarca, Alemanha, Países Baixos e Suíça.

Leia Também: Recorda-se da borboleta que pousou na cara de Ronaldo na final contra a França? Elma Aveiro explica quem era

Em protesto, os jogadores da seleção inglesa colocaram um joelho no chão, momentos antes da partida, assinalando a importância dos países respeitarem os direitos humanos.

 

You may also like...