Jovem militar perde a vida ao tentar salvar amigas arrastadas pelo mar na Póvoa do Varzim

Jovem militar perde a vida ao tentar salvar amigas arrastadas pelo mar na Póvoa do Varzim

Ani Dabó, a jovem militar que perdeu a vida na madrugada desta sexta-feira, na Póvoa de Varzim, entrou no mar para tentar salvar duas colegas que tinham sido arrastadas pelas ondas.

Ani Dabó, de 20 anos, natural da Amadora, tinha estado com um grupo de colegas militares, num bar junto à praia da Lagoa, para festejar a conclusão do curso de condutor militar, do Exército.

Por volta das 4h30, o grupo de oito militares saiu do bar e dirigiu-se para a praia. Duas jovens decidiram molhar os pés, mas acabaram por ser arrastadas e os colegas foram em seu auxílio. Ani Dabó tentou salvar as colegas, mas acabou por desaparecer e o seu corpo foi resgatado horas mais tarde, já sem vida.

O Exército lamenta a morte da jovem militar e já abriu um processo para investigar tudo o que aconteceu na trágica noite. “Neste momento de luto, dor e sofrimento para a família, amigos e para o Exército Português, o General Chefe do Estado-Maior do Exército transmitiu à família todo o apoio e solidariedade”, pode ler-se no comunicado.

Leia Também: Morreu Fernando Gomes

Os militares sobreviventes, três mulheres e quatro homens, foram hospitalizados com sintomas de hipotermia, lesões musculares e ferimentos ligeiros. Estão agora a receber apoio psicológico, tal como os familiares da vítima mortal.

You may also like...