Odete, a mulher que morreu a salvar o marido acamado com AVC durante as cheias

Odete, a mulher que morreu a salvar o marido acamado com AVC durante as cheias

Mulher encontrava-se na habitação com o marido, Adriano, que tinha sofrido um AVC há pouco tempo.

Maria Odete, de 75 anos, perdeu a vida esta quinta-feira dentro da própria casa, situada numa cave, no Dafundo, no concelho de Oeiras, devido a uma inundação provocada pela chuva torrencial que atingiu a região da capital portuguesa durante a noite desta quinta-feira.

Maria Odete vivia com o marido, Adriano, da mesma idade, que estava acamado devido a um AVC, que sofreu há dois anos. Adriano conseguiu salvar-se, mas a mulher acabou por morrer.

Uma vizinha amiga de Odete relatou que lhe terá ligado e a senhora não conseguia abrir a porta de casa. Pedi ao meu irmão para ir ver da Odete e do marido, mas quando ele chegou encontrou-a já sem vida”, explicou.

Leia Também: Homem morre atropelado pelo próprio carro ao lado do cemitério

“Era uma amiga muito querida. Fiquei muito chocada”. “Eles tinham outra casa, mas não iam para lá por causa dos degraus”, contou ainda outra vizinha.

Quando chegaram ao local, os operacionais dos bombeiros drenaram toda a água que ficou dentro de casa e conseguiram salvar o marido, Adriano, que se encontrava agarrado a uma cama.

Marcelo Rebelo de Sousa já lamentou a morte desta mulher e endereçou as suas sinceras condolências à família.

You may also like...