Maddie McCann encontrada? “A polícia ignora-me, preciso de um teste de ADN”

No ano 2007, Maddie McCann desapareceu no Algarve. Agora, uma jovem alemã de 21 anos, Julia Faustyna admite que é abusada desde os 8 anos e acredita que é Maddie, solicitando às autoridades para lhe fazerem um teste de ADN para comprovar a sua identidade.

Para a CMTV, a jovem revelou “Eu estava a fazer uma pesquisa no Google, sobre crianças desaparecidas, que pudessem ter a minha idade ou semelhante. Só a Madeleine se encaixou. Comecei a pensar nisso, apercebi-me de que eu podia ser ela… Mas há uns dias falei com um rapaz durante dois dias. Tenho quase a certeza que é o irmão da Madeleine. Ele fez-me uma pergunta que foi ‘diz-me, o teu namorado trata-te bem?’, e foi muito carinhoso”.

Com 384 mil seguidores no Instagram, Julia Faustyna mostra a semelhanças físicas e a mancha no olho que tem desaparecido ao longo dos anos. “Sei que tenho alguma coisa no olho, uma marca, mas está a desaparecer. As pessoas têm de olhar com atenção para ver”. Sobre o possível abusado (retrato-robô da polícia), conta “Eu conheço esta pessoa e vou sempre reconhecer esta cara. É ele. É o Peter. Tenho a certeza que esta é a cara dele. Acho que posso ser Madeleine, mas não tenho 100% de certeza sem o teste de ADN. Mas sobre este retrato-robô, tenho a certeza que é ele”.

Espreite as semelhanças:

You may also like...