Menina de 13 anos ‘livre’ cancro incurável após tratamento revolucionário

Menina de 13 anos 'livre' de leucemia após tratamento revolucionário

Uma menina de 13 anos, que sofre de uma leucemia linfoblástica, está há seis meses em remissão, após ter sido submetida a um tratamento revolucionário.

Alyssa, de 13 anos, natural de Leicester, no Reino Unido, foi diagnosticada com uma leucemia linfoblástica aguda de células T em maio de 2021. Até agora, a menina foi submetida a vários tratamentos, como quimioterapia e um transplante de medula óssea, mas nada fez grande efeito.

Confrontada com a ausência de mais opções, a família da criança optou por participar num ensaio clínico de um novo tratamento, em maio deste ano, e a menina encontra-se em remissão há seis meses.

O tratamento consiste na transfusão de células T de um dador saudável, editadas em laboratório com recurso a uma nova tecnologia, que consegue destruir as células cancerígenas.

Leia Também: Encontrado o taxista que caiu na ribeira de Odivelas

A menina foi a primeira pessoa no mundo a receber este tratamento e não poderia ter tido melhores resultados.

“Estamos nas nuvens. É fantástico”, afirmou a mãe, Kionna, frisando que espera que o caso de Alyssa “prove que as investigações funcionam e que podem oferecer mais às crianças – tudo isto teve de acontecer por alguma razão”.

You may also like...