Doença atira Júlia Pinheiro para um pesadelo

Apresentadora obrigada a viver diariamente com a ajuda de analgésicos após ter sido internada por duas vezes num curto espaço de tempo.

Júlia Pinheiro fala do drama que a está a afetar

Em poucas semanas, apresentadora da SIC foi internada por duas vezes. Agora, relatou o pesadelo pelo qual viveu e está agora a passar, desde que descobriu sofrer de uma doença crónica.

Diariamente, Júlia Pinheiro, tem que tomar analgésicos, mas foram necessárias duas idas ao hospital para descobrir o problema que tem. Refere estar a recuperar, mas houve coisas que teve que mudar.

Foi uma fase nada fácil de enfrentar, ela que teve que se ausentar da condução do seu programa devido a estes problemas de saúde que a afetaram.

Relato de Júlia Pinheiro

“Estive internada por duas vezes. A primeira vez, para uma cirurgia à vesícula. Após a vesícula extraída, pensei que tudo correria bem e que o incómodo desapareceria. Mas a dor voltou. E era uma dor terrível. Era excruciante. Fiquei de facto muito preocupada. Sem diagnóstico, sem respostas, equacionei o pior. Mudei de hospital – e nestas questões, não há que ter receio de pedir uma segunda opinião. Uma segunda opinião não invalida o que de bom acontece com a primeira equipa”, revelou.

“Conclusão: sofro de dor neuropática. É um problema crónico com o qual tenho de aprender a viver. Julgava tratar-se de algo muscular. Não é. É uma dor crónica que pode aparecer na ausência de analgésicos. E aqui estou eu, com analgésicos. E com uma bateria enorme de exames feitos. Alguns deles mais invasivos que outros e que, por isso, obrigaram a anestesia geral. A equipa clínica foi estupenda. Mesmo quando me negavam os pedidos gastronómicos: leitão, perguntava eu. Nem pensar, ouvia de troca”.

“O que importa é que estou funcional, estou aqui. Com um diagnóstico. Retomei o programa Júlia, que ficou tão bem entregue à excelente e dedicada profissional Andreia. Retomo as rotinas, a equipa, volto a casa todos os dias para jantar. Rotinas, adoro”.

You may also like...