Júlia Pinheiro revela a verdade sobre a sua doença grave: “Devia ter ouvido o meu corpo há mais tempo”

Júlia Pinheiro voltou à SIC na tarde desta segunda-feira, após várias semanas afastadas da televisão, devido à doença que a tem assolado.

Júlia Pinheiro esteve à conversa com a apresentadora Andreia Rodrigues, que a tem substituído durante a sua ausência, e falou pela primeira vez sobre como tem passado as últimas semanas.

“Depois da vesícula extraída, depois de tudo (…), esta dor não ter sido erradicada levou-me a ficar muito preocupada. A dor é excruciante, a dor é terrível”, começou por contar a apresentadora.

“Eu tenho dor neuropática, um distúrbio que tem a ver com as terminações nervosas, que pode se manifestar em qualquer sítio do corpo. É um problema para a vida, é crónico. Há muitas pessoas que têm”, explicou.

Leia Também: Ator João de Carvalho, filho de Ruy de Carvalho, internado de urgência

“A parte boa é que fui toda vista por dentro e está tudo bem”, disse Júlia Pinheiro, em jeito de brincadeira, referindo-se à grande quantidade de exames a que foi submetida.

A apresentadora confessou ainda que vê com bons olhos os “cinco ou seis quilos que perdeu”, apesar de lamentar ter passado “tanta fome” durante o período de convalescença. No entanto, agora só quer “comer um leitão ou um cozido à portuguesa”.

Júlia deixou ainda uma mensagem para os portugueses. “Quando sentimos que o nosso corpo está a dar sinais de qualquer coisa, devemos ouvi-lo. Às vezes somos muito teimosos”, afirmou.

You may also like...