Pequena Jéssica era usada como “pombo correio” de droga pela mãe, Inês Tomás

Pequena Jéssica era usada como correio de droga pela mãe, Inês Tomás

A Polícia Judiciária acredita que Inês Tomás comprava droga à ama que matou Jéssica e usava a menina como correio, para ninguém ser apanhado.

Em junho, Portugal ficou em choque com a história de Jéssica Biscaia, uma menina de 3 anos que foi torturada até à morte por uma mulher que a sequestrou, devido a uma dívida de bruxaria da sua mãe.

A Polícia Judiciária tem passado os últimos meses a investigar o caso e acredita que Inês Tomás é consumidora de droga e comprava o produto à bruxa.

As duas mulheres usavam a criança como correio, para ninguém suspeitar que transportava droga consigo e ninguém ser apanhado.

Leia Também: Militar Ani Dabó deixa diário a contar abusos sexuais sofridos no quartel da Força Aérea

Isso terá sido a causa do silêncio de Inês, acredita a PJ, quando a menina ficou sequestrada em casa da bruxa. Uma vez que não podia recorrer às autoridades e não queria que a família soubesse, inventou que a criança se encontrava numa colónia de férias, enquanto Jéssica era torturada pelos raptores.

Inês Tomás foi detida pela PJ e é ouvida esta sexta-feira em tribunal. Inicialmente, dizia que a menina foi sequestrada devido a uma dívida de bruxaria, mas agora diz que se trata de uma dívida de droga do pai biológico da menina.

You may also like...