Homem preso injustamente durante 25 anos recebe 17 milhões de euros

Homem preso injustamente durante 25 anos recebe 17 milhões de euros

As autoridades de Nova Iorque vão compensar em cerca de 17 milhões de euros um homem que passou 25 anos na prisão, após ser injustamente condenado por homicídio.

Johnny Hincapie, um homem de nacionalidade colombiana, foi condenado por homicídio quando tinha apenas 18 anos. Em 2015, acabou por ser libertado, depois de o tribunal perceber que o homem tinha sido injustamente condenado.

O homem estava entre um grupo de jovens acusados de esfaquear até à morte o norte-americano Brian Watkins, numa estação de metro de Nova Iorque, em 1990.

Johnny passou 25 anos da sua vida na prisão, injustamente. Após ser libertado, o colombiano contratou advogados para processar as autoridades de Nova Iorque pela sua detenção.

Leia Também: Menino de 11 anos cai da varanda de casa e morre, em Braga

As autoridades de Nova Iorque vão agora pagar quase 18 milhões de dólares – o equivalente a cerca de 17 milhões de euros – ao homem condenado injustamente. Trata-se de um dos maiores acordos num caso de condenação injusta na história de Nova Iorque, revelaram esta sexta-feira os advogados do lesado.

You may also like...