Mãe paramédica socorre a própria filha de 17 anos sem a reconhecer e jovem acaba por morrer

Paramédica socorre a própria filha de 17 anos sem a reconhecer e jovem acaba por morrer

Uma paramédica socorreu a própria filha sem a reconhecer, devido aos ferimentos que sofreu num acidente de carro.

Jayme Erickson perdeu a filha de uma das formas mais dolorosas que um profissional de saúde pode enfrentar. A paramédica de Alberta, no Canadá, recorreu ao seu Facebook para anunciar a morte da filha e contar sobre como o seu “maior pesadelo como paramédica” se tornou realidade.

Jayme começou por explicar que foi chamada para assistir as duas vítimas de um acidente, no dia 15 de novembro. A passageiro estava presa e gravemente ferida. “Sentei-me no carro e tratei dela, fazendo tudo o que podia enquanto os bombeiros a tentavam libertar”, contou.

Após prestar o socorro, a paramédica voltou para a sua casa e minutos depois tinha a polícia à sua porta, para anunciar que a filha tinha estado envolvida num acidente.

Leia Também: Jovem militar desparecida no mar após festa de final de curso no Exército, na Póvoa de Varzim

“Quem eu tinha acabado de socorrer, era alguém da minha própria carne e sangue. A minha única filha. A minha mini-eu. A minha filha, Montana. Os seus ferimentos eram tão horríveis, que eu nem a reconheci”, explicou a paramédica.

A jovem de 17 anos, Montana, tinha ido passear os cães com um amigo no parque Big Hills Springs e acabou por morrer após um camião colidir violentamente contra o carro conduzido pelo amigo.

You may also like...