2023 poderá ser um dos anos mais quentes de sempre

2023 poderá ser um dos anos mais quentes de sempre

Segundo especialistas britânicos, o ano de 2023 poderá ser um dos anos mais quentes desde que há registo, pelo menos 1ºC acima dos níveis pré-industriais.

Segundo a Sky News, o ano de 2023 deverá ser um dos anos mais quentes de sempre, com um aumento de cerca de 1,2ºC em relação aos níveis pré-industriais, entre 1850 e 1900.

O ano com a temperatura média global mais alta desde que há registo é 2016, numa altura em que se verificou o fenómeno El Niño no Oceano Pacífico. O aumento da temperatura do mar contribuiu para o aumento das temperaturas globais.

Desde então, tem-se verificado o fenómeno contrário – o El Niña. Com a temperatura da água do mar a baixar, as temperaturas médias globais têm-se mantido abaixo dos níveis de 2016.

Leia Também: Português apanhado a 200 km/h, drogado e com filha de 3 anos no carro

No entanto, no próximo ano, tudo indica que haja um aumento da temperatura em partes do Oceano Pacífico. “Esta mudança provavelmente fará com que a temperatura global em 2023 seja mais quente do que em 2022”, afirmou Adam Scaife, um dos responsáveis pelo serviço de meteorologia do Reino Unido.

Por outro lado, Adam Scaife acredita que 2023 não ultrapasse o recorde de 2016. “Sem um El Niño precedente para aumentar a temperatura global, 2023 pode não ser um ano recorde, mas com o aumento a um ritmo acelerado das emissões globais de gases com efeito de estufa, é provável que seja outro ano notável”, explicou.

You may also like...