ūüö® Urgente: Filho de Bolsonaro alvo de buscas por suspeitas de burla e branqueamento de capitais

O filho mais novo do ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro, Jair Renan Bolsonaro, foi alvo de uma operação de busca e apreensão da Polícia Civil de Brasília. A polícia acusa Jair Renan de ser um dos líderes de uma organização criminosa que cometeu crimes como burla, falsificação de documentos, sonegação fiscal e branqueamento de capitais. Segundo a polícia, Jair Renan e outras seis pessoas criaram empresas fictícias para esconder o enriquecimento ilícito e a origem de bens e propriedades cuja posse não poderiam justificar com seus rendimentos legais. Essas empresas, registradas em nome de outras pessoas, também serviam para lavar grandes somas de dinheiro de origem desconhecida. Durante a operação, foram apreendidos um celular, um HD e vários documentos e papéis manuscritos na residência de Jair Renan. A operação resultou em cinco mandados de busca e apreensão e dois de prisão. Um dos suspeitos presos foi Maciel Carvalho, amigo próximo de Jair Renan e instrutor de tiro do filho do ex-presidente, acusado de ser um dos responsáveis por ocultar bens de forma ilegal.

Fonte