ENTREVISTA: Sara Norte confessa “Tinha duas opções: Prostituição ou tráfico”

ENTREVISTA: Sara Norte confessa “Tinha duas opções: Prostituição ou tráfico”

Sara Norte de 33 anos é filha de Carla Lupi e Vítor Norte, estreando-se na série “Médico de Família” na SIC. Considerada um talento promissor na área da representação, a sua vida mudou aos 17 anos. Entrevistada por Daniel Oliveira no programa “Alta Definição” da SIC, a jovem abriu o seu coração e contou detalhes desconhecidos da sua vida.

“Vê-la morrer sozinha[mãe], com um euro para comer, mexe comigo… Nunca consumi com a minha mãe”, confessando que experimentou todo o tipo de drogas. “É um vício, não consegues controlar, não há heróis e eu consegui esconder até ao dia em que emagreci 15 quilos num mês. Eu tinha um diário onde escrevia tudo e o meu pai que andava desconfiado foi lê-lo e acabou por descobrir… Muita gente disse que consumia com a minha mãe. Isso é mentira, nunca consumi com a minha mãe. Ela nunca iria fazer isso comigo”.

“Se eu pudesse mudar alguma coisa era essa noite no bairro alto… Três anos de muita violência, pior do que estar numa prisão… Apaixonei-me por quem não devia e foram três anos de inferno… Apaixonei-me perdidamente, mas a violência doméstica dominava a relação… Gastava 400 euros por dia porque eu fumava cocaína, não a cheirava. Era mais caro”.

“Fomos apanhados em Espanha, no meu dia de anos, com 80 bolotas no estômago. Fiquei imenso tempo sem ir, só fui depois por desespero… Quando voltei a Marrocos eu tinha duas opções: Prostituição ou tráfico. Eu escolhi o tráfico. Tinha de engolir 100 bolotas e eram muitas horas com aquilo no estômago. Conheci duas pessoas que morreram, é uma loucura porque são nove horas de viagem e não podes ir à casa-de-banho porque pode chegar a polícia com cães… Quando sou apanhada pela segunda vez e presa, vivi dois dias no calabouço e tentei cortar os pulsos com os ganchos do cabelo. Queria chamar à atenção. É um desespero, bati com a cabeça nas paredes e senti-me culpada ”.

Para finalizar a entrevista, Sara Norte disse “Os meus olhos? Dizem que tenho muita esperança no futuro”.

Deixe um comentário